terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Pequeno desabafo



Seu beijo não é qualquer beijo.
Seu toque não é qualquer toque.
Seu sorriso não é qualquer sorriso.
Seu abraço não é qualquer abraço.
Vivo num eterno sonho.
Um tal de querer te amar.
Você me ama como um príncipe.
E me destrói como um vulcão.
Ando na sua espera.
Ou lá ou aqui no meu pensamento está você.
Finjo não sentir a falta.
Mas, lá dentro ele chora, o meu coração.
Onde já se viu? Desejar metade de uma outra metade.
Sendo que tenho uma metade.
Chocolates penso em te dar.
Sinto-me numa contagem regressiva.
Tentar te conquistar em dias.
Não posso te perder.
Ainda assim, sei que tens um sentimento por mim.
Confusão tremenda essa nossa vida.
Você entra no barco, e eu entro logo em seguida.
Você me olha, eu te olho.
Eu te olho, você me olha.
E de repente nunca sabemos o que fazer.
A única certeza que temos é que logo em seguida vamos nos amar eternamente.
Não suportaria jamais sair sem tentar.
Apesar de saber, que posso sair a qualquer momento.
Mas, jamais dessa luta, saio sem antes tentar.

4 comentários:

luisa brack disse...

muito bom! posso compartilhar e divulgar seu blog no face? tenho 13 anos e adoro poemas de amor... adorei o seu! bjs

Tatiani Müller disse...

Belo poema .)

Thássio Conceição disse...

Boa. Partimos para a conquista quando
vemos que a pessoa senti algo, mas
é tão dificil faze-la mostrar.
Sorte nessa luta!

Marluce Aires disse...

VOCÊ É ÓTIMA MONIQUE. CONTINUE NESSA BUSCA PROCURANDO SEMPRE O MELHOR. PARABÉNS PELO EXCELENTE TRABALHO. BJS!!!