terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Papel sujo


Por que precisamos do dinheiro? Sempre faço-me esta pergunta. Suamos para consegui-lo, alguns nem fazem esforços para tanto. Por conta de um papel sujo, e que nos dá poder, se sentimos auto-suficientes para obter o que desejamos, e que muitas vezes não satisfazem nossos prazeres da forma que queríamos.
É verdade...o capitalismo selvagem nos deixa dependentes totalmente do mesmo, transforma personalidades, uma má influência sobre os seres humanos. Normalmente ouvimos alguém dizer "dinheiro não é tudo na vida", mas a realidade é inversa nesse mundo, dinheiro é sim tudo na vida, pois sem ele não somos nada diante da sociedade, não somos ninguém, não temos nada, não nos sustetamos, além do quê tratando-se de auto-estima ficamos vazios por não ter dinheiro para preencher nossos dias. Não desmerecendo o sentimento em relação nossos familiares e amigos, mas infelizmente necessitamos desse infeliz papel.
O dinheiro conquista pessoas, nos oportuna adquirir coisas materiais que sempre sonhamos, transformamos corpos e personalidades da qual nunca fomos. Se esse papel é uma fraude, imagina nós mesmos? O capitalismo selvagem nos cega, nos torna egoístas, nos faz pensar que tudo na vida é uma troca, "você paga com o papel, e recebe nas mãos um objeto", o que mais o homem pode inventar?
Esse sistema de mercado me cansa...essa dependência é desanimadora...enquanto o mundo precisa do calor humano, as pessoas cada vez mais pensam no dinheiro.

5 comentários:

Adrian Mcoy disse...

Certíssimo! Excelente!
Falei de certa forma sobre isso em meu programa! Peço que vc o veja: http://www.youtube.com/watch?v=p39Iqsf6foM&list=UUhSFyYLDJBijnPrOeYTH0_w&feature=plcp

Grande abraço!

Clari disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Clari disse...

Me remete a uma roda viva, nas palavras de Chico, esse mundo formalizado em pilares de renda e preferências. E assim é cultivado com o verdadeiro vício de aparentar que não é tão importante os papéis de carta..cada um com seu bicho e seu número!!!!
Ótimo texto..com olhares da realidade de quem efetivamente a enxerga!!!

Silmara C. disse...

E tao dificil vir pra gente, mas ele some tao rapido ne?
Linda filosofia.

Mila Denlescki disse...

Eu acho que o erro não está no papel, nem no sistema, nem na sociedade... o erro está em cada um de nós e na forma como vemos o trabalho.

Quando somos crianças, na escola, aprendemos que trabalho é aquilo que ocupa nosso tempo de lazer. E ponto final.

Na faculdade, somos lançados para o mercado de trabalho.

As pessoas seguem o fluxo.
Elas não param para pensar que, se trabalhassem com amor, o dinheiro não seria um inimigo, mas sim o resultado. Trabalhar seria muito mais maravilhoso do que receber o salário.

Embora eu compreenda o texto, eu procuro nunca culpar a sociedade, o governo, o sistema, etc. Se eu colocar a culpa no exterior, estarei dizendo para mim mesma que nunca seria capaz de quebrar a regra.

Mas essa é a minha opinião.
:DDD

Abraços,
Mila.